Jeffrey dahmer um canibal americano

O que é real ou ficção na série

Jeffrey Dahmer foi um serial killer e canibal americano que cometeu 17 assassinatos entre 1978 e 1991. Ele foi condenado e sentenciado à prisão perpétua em 1992.

Dahmer nasceu em Milwaukee, Wisconsin, em 1960 e cresceu em um lar disfuncional, marcado por violência doméstica e abuso de álcool. Desde cedo, ele demonstrou interesse por colecionar animais mortos e desmembrá-los, o que foi considerado um sinal precoce de problemas mentais.

Em 1978, Dahmer matou pela primeira vez, assassinando um colega de quarto chamado Stephen Hicks. Ele o matou porque se sentiu ameaçado pelo comportamento de Hicks, que o havia confrontado por sua obsessão por fotografias de corpos nu. Dahmer desmembrou o corpo de Hicks e enterrou os restos em um bosque próximo à sua casa.

Nos anos seguintes, Dahmer cometeu vários outros assassinatos, principalmente de jovens homens gays e latinos. Ele atraía suas vítimas com promessas de dinheiro ou drogas, e as sedava com álcool ou drogas. Depois de estuprar e matar suas vítimas, ele desmembrava seus corpos e os conservava em sua casa ou os enterrava em seu quintal.

Dahmer também foi acusado de cometer atos de necrofilia e de manter partes de seus corpos em seu quarto como troféus. Ele também confessou ter tentado transformar algumas de suas vítimas em zumbis, dissolvendo seus cérebros em ácido e dando a eles injeções de formol.

Em 1991, Dahmer foi finalmente preso quando um de seus potenciais vítimas conseguiu escapar e chamar a polícia. Quando a polícia entrou em sua casa, encontraram uma cena de horror, com múltiplos corpos desmembrados e partes humanas conservadas em recipientes.

Dahmer foi condenado à prisão perpétua em 1992 após ser considerado culpado em 15 dos 17 assassinatos que lhe foram imputados. Ele foi morto por outro detento em 1994, enquanto cumpria sua pena na prisão de Portage, Wisconsin.

A história de Dahmer é um exemplo perturbador de um indivíduo que cometeu atrocidades horripilantes e que foi capaz de escapar da justiça por anos. Ele é lembrado como um dos serial killers mais notórios da história dos Estados Unidos e sua história é um alerta para a importância de reconhecer e tratar problemas mentais em indivíduos potencialmente perigosos.

Família da vítima de Jeffrey Dahmer diz ter sido 'retraumatizada' com série  - TV Futuro

TV Futuro