Doenças de notificação compulsória

Vigilância em Saúde do Trabalhador Pernambuco : Notificação de Doenças e  Vigilância Sentinela

As doenças de notificação compulsória são aquelas que, por serem consideradas graves ou de rápida disseminação, exigem que sejam reportadas a autoridades de saúde assim que são diagnosticadas. O objetivo da notificação compulsória é permitir que as autoridades de saúde possam rastrear a doença, entender sua disseminação e implementar medidas para controlá-la.

Existem várias doenças que são consideradas de notificação compulsória em diferentes países, mas algumas das mais comuns incluem doenças infecciosas como a gripe, a raiva, a meningite, a dengue e a febre amarela. Além disso, algumas doenças crônicas, como o câncer, também podem ser reportadas a autoridades de saúde para fins de monitoramento e estatísticas.

A notificação compulsória é geralmente realizada por profissionais de saúde, como médicos e enfermeiros, que são obrigados a reportar qualquer caso suspeito ou confirmado de uma dessas doenças. Isso é feito através de formulários ou sistemas de registro eletrônicos, e as informações são enviadas para as autoridades de saúde responsáveis pelo controle e prevenção de doenças.

Além de permitir o rastreamento e o controle das doenças, a notificação compulsória também pode ajudar a proteger a saúde pública de outras maneiras. Por exemplo, se uma doença infecciosa estiver se espalhando rapidamente, as autoridades de saúde podem implementar medidas como a quarentena para evitar a disseminação ainda maior da doença.

No entanto, a notificação compulsória também pode levantar preocupações com relação à privacidade e aos direitos dos pacientes. É importante que as autoridades de saúde tomem medidas para garantir que as informações dos pacientes sejam mantidas confidenciais e que os pacientes sejam tratados com respeito e dignidade durante o processo de notificação.

Em resumo, as doenças de notificação compulsória são aquelas que exigem que sejam reportadas a autoridades de saúde assim que são diagnosticadas. A notificação compulsória é importante para permitir o rastreamento e o controle dessas doenças, mas também pode levantar preocupações com relação à privacid

Seleção das doenças de notificação compulsória: critérios e recomendações  para as três esferas de governo

SciELO