Siadiante consultar benefício 150

SEC disponibiliza link para consulta das famílias de estudantes com direito  aos R$ 150 da Bolsa Presença - O PONTO NEWS

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, também conhecido como Benefício Emergencial 150, foi criado pelo governo federal como uma medida de proteção aos trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais durante a pandemia de COVID-19. O benefício foi instituído pelo Decreto nº 10.820, de 22 de abril de 2020, e tem como objetivo garantir uma renda mínima para os trabalhadores afetados pela crise econômica gerada pela pandemia.

O Benefício Emergencial 150 é pago mensalmente pelo período de três meses e tem valor de R$ 150 por mês. É importante destacar que o benefício é destinado exclusivamente a trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais, que não possuem carteira de trabalho assinada e não são beneficiários de outros programas sociais, como o Bolsa Família.

Para ter direito ao Benefício Emergencial 150, é necessário atender a alguns requisitos, como ter renda mensal de até R$ 522,50 per capita (valor que corresponde a um salário mínimo) e não ter emprego formal. Além disso, o trabalhador precisa estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e não pode ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano de 2019.

Para solicitar o Benefício Emergencial 150, o trabalhador deve acessar o site do Governo Federal e seguir os passos indicados para realizar a inscrição. É importante levar em consideração que o benefício é pago apenas por três meses e, após esse período, o trabalhador pode solicitar o novo Benefício Emergencial, que foi instituído pelo governo como uma prorrogação do benefício anterior e tem valor de R$ 300 por mês.

Em resumo, o Benefício Emergencial 150 é uma medida importante do governo federal para garantir uma renda mínima aos trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais durante a pandemia de COVID-19. Para ter direito ao benefício, é necessário atender a alguns requisitos e realizar a inscrição no site do Governo Federal. É importante lembrar que o benefício é pago por três meses e, após esse período, o trabalhador pode solicitar a prorrogação do benefício

Bahia: Mais de 310 mil famílias serão beneficiadas com o auxílio financeiro  do Bolsa Presença; veja se você tem direito – Jornal da Chapada

Jornal da Chapada